Skip to main navigation Skip to main content

Alexandre Fonseca: “Hoje podemos ter uma experiência mais imersiva no futebol”

Liga Portugal | 08/06/2021

CEO da Altice Portugal marcou presença na sessão de encerramento da Pós-Graduação de Comunicação no Futebol Profissional e analisou avanço com a tecnologia 5G

“Hoje, falamos aqui muito dos conteúdos. O Desporto como um conteúdo e os novos paradigmas de consumo. E o 5G é mais uma tecnologia que vem dar a capacidade de disponibilizar mais e melhores conteúdos para as necessidades dos consumidores”, começou por dizer Alexandre Fonseca.

Por sua vez, o fenómeno do futebol está cada vez mais complexo e é necessário olhar além da escala. “Hoje em dia, quando olhamos para o futebol, vemos muito mais do que aquilo que se passa dentro das quatro linhas. Podemos ter uma experiência mais imersiva, antes, durante e depois. Isto é algo que a tecnologia potencia, o Wi-Fi nos estádios, a fibra ótica que hoje leva aos estádios algo tão importante como o vídeo-árbitro”, realçou o empresário português.

Questionado sobre o fenómeno do futebol como indústria, o CEO da Altice Portugal foi muito claro. “O futebol é, de facto, uma indústria. E os espetadores são consumidores dessa indústria. E todos nós queremos que a indústria do futebol cresça e, para que isso aconteça, precisa de mais receitas e de margem para podermos acrescentar valor e gerar mais e melhores conteúdos”, afirmou Alexandre Fonseca, que ainda foi mais longe, realçando que, dessa forma, teremos “também clubes mais fortes, mais sólidos, capazes de gerar mais riqueza e de chegar mais longe nas competições europeias”. “Este é o ciclo virtuoso que devemos procurar”, referiu.

“A Altice Portugal, por exemplo com o nosso parceiro Futebol Clube do Porto, já tem o Estádio do Dragão equipado com 5G”, explicou o CEO, pegando numa demonstração clara do paradigma da sua empresa. “Assim que for possível teremos redes comerciais de 5G e poderemos começar a trabalhar nessa lógica. A Cidade do Futebol e a Altice Arena são mais dois exemplos de infraestruturas equipadas com essa tecnologia, que será um complemento às grandes competições desportivas e em particular ao futebol”, evidenciou Alexandre Fonseca, que concluiu com assertividade: “Num futuro, que espero próximo, acredito que os Centros de Estágios dos clubes e todos os Estádios estarão, também, equipados com a tecnologia de 5G”.