Skip to main navigation Skip to main content

Pizzi mantém-se o rei das assistências

Liga NOS | 29/07/2020
headline image

O médio português repetiu o feito da época passada e foi quem mais assistiu na Liga NOS, com 13 passes para golo

Mais uma época que termina, mais uma vez Pizzi no topo da lista de assistências para golo: pelo segundo ano consecutivo, o médio internacional português voltou a ser o jogador da Liga NOS que mais vezes serviu com sucesso os colegas de equipa. No total, foram 13 as assistências realizadas por Pizzi, um feito que valeu a liderança isolada nesse registo individual.

Comparando com a época anterior, o médio de Bragança completou menos passes para golo, mas há que realçar que Pizzi esteve também envolvido na luta pelo prémio de melhor marcador da Liga NOS, até à última jornada. O médio marcou o mesmo número de golos de Taremi (Rio Ave FC) e Carlos Vinícius (SL Benfica), mas o companheiro de equipa foi quem terminou no primeiro posto, em virtude de contabilizar menos minutos disputados.

Pizzi encerra assim a temporada com números altamente positivos (18 golos e 13 assistências), dados que, aliados aos 34 jogos disputados, demonstram a importância e relevância do médio na formação “encarnada”. O camisola 21 deixou a sua marca em 31 dos 71 golos apontados pelas “águias”, e foi o elemento que teve maior influência direta em golos diferentes, nesta edição da Liga NOS.

Ainda relativamente ao registo de Pizzi nesta época, importa destacar, também, uma sequência verdadeiramente impressionante. Desde a jornada dez até à jornada 15, o jogador de 30 anos assistiu em todos os jogos que, curiosamente, terminaram sempre com a vitória do SL Benfica.

No que toca à lista de jogadores com mais assistências para golo, destaque para a presença de três jogadores do campeão nacional, o FC Porto: Tecatito Corona aliou às boas exibições e irreverência técnica 11 passes certeiros, enquanto Otávio e Alex Telles partilham o terceiro lugar na tabela, em igualdade com Bruno Tabata, do Portimonense, com oito assistências, respetivamente.